Insight

Comunicação, engajamento e simpatia

Não é segredo: Comunicação funciona com a troca de boas histórias.

Não é segredo: Comunicação funciona com a troca de boas histórias. Todos sabemos que um bom enredo e um atraente storytelling, costuma ter uma pitada de diversão. Mas é possível trazer essa leveza para a comunicação de empresas naturalmente mais sisudas, como corporações do mercado B2B ou instituições administrativas, como prefeituras e consulados?

Essas organizações não estão para brincadeira, afinal elas existem para resolver e esclarecer, e não divertir, certo? Em parte, é fato que a audiência de empresas desses segmentos espera informações diretas, mas, com um pouco de criatividade e ousadia, é possível trazer uma experiência que gere simpatia. Sim! Salve, salve simpatia.

Foi o que aconteceu nas redes sociais da Prefeitura de Curitiba, onde além da prestação de serviço, também é possível ver histórias e notícias sobre a cidade de um jeito irreverente.

O Consulado da Alemanha em São Paulo também trabalhou nesta linha em 2016, aproveitando as comemorações da reunificação do país para promover o destino como um lugar fantástico para brasileiros viajarem. Para romper as barreiras do desconhecimento e valorizar o país por suas pessoas, o Consulado trabalhou a campanha #Breakingthewall #Likeagerman.

Com uma comunicação descontraída, pouco a pouco, ou melhor, post a post, aquelas impressões de que a Alemanha não é legal no inverno ou que as pessoas são distantes e falam uma língua complicada foram sendo quebradas. Cada conteúdo geralmente trazia histórias reais de brasileiros que viveram as mais diferentes experiências com a cultura alemã.

Assim mais uma barreira foi quebrada: a de que um Consulado pode falar de leis de cidadania, mas também de música, cerveja e pretzel.